4º Congresso EDiLiC

4º Congresso EDiLiC - Aveiro - PORTUGAL

16, 17 e 18 de Julho 2012

 Sensibilização à diversidade linguística e didáticas

 Investigação, práticas educativas e de formação

Uma década após os primeiros passos da Associação EDiLiC e num contexto de eclosão de várias abordagens didáticas relacionadas com o ensino das línguas e das culturas, parece-nos chegado o momento de fazer um balanço dos conhecimentos produzidos no domínio da Sensibilização à diversidade linguística (éveil aux langues), nomeadamente sobre os seus modos de inscrição no campo da Didática de Línguas (DL).

O 4º congresso internacional EDiLiC permitirá apresentar esse balanço com a finalidade de contribuir para uma melhor clarificação do papel que representa hoje a Sensibilização à diversidade linguística (Éveil aux langues) no quadro mais geral de uma educação plural, do seu contributo para os discursos da Didática de Línguas, tal como para os discursos sobre a educação em geral. Interrogaremos também as práticas de ensino, assim como a evolução das políticas linguísticas educativas e das políticas de investigação.

Procurando compreender os percursos de construção de conhecimento trilhados pelos investigadores que trabalharam, nestes últimos anos, o campo da Sensibilização à diversidade linguística (Éveil aux langues) nos seus diferentes domínios (práticas educativas, incluindo recursos didáticos; discursos da formação inicial e contínua de professores; discursos dos investigadores), importa agora interrogar de forma mais ampla o papel que pode desempenhar a Sensibilização à diversidade linguística (Éveil aux langues), na emergência de uma Didática de Línguas implicada na promoção de uma educação inclusiva e caraterizada por uma ética do viver juntos.

Em ligação com este questionamento, as conferências, as mesas redondas, as comunicações, os pósteres e as oficinas articular-se-ão em torno dos seguintes eixos:

Eixo 1 – Sensibilização à diversidade linguística, investigação e abordagens metodológicas

A investigação em DL enveredou, nestes últimos anos, por novos caminhos: haverá uma especificidade própria dos trabalhos em torno da Sensibilização à diversidade linguística? Se sim, qual é a sua especificidade no campo mais amplo da DL? As implicações da Sensibilização à diversidade linguística e das abordagens plurais das línguas estarão a reconfigurar a DL? O que nos diz a investigação a esse propósito? Que conhecimentos foram construídos? Quais são os objetivos da investigação nesse domínio? Quem são os seus atores? Quais são as disciplinas, as teorias e os autores de referência convocados pela investigação na Sensibilização à diversidade linguística? Sobre que objetos de estudo se focaliza a investigação sobre a Sensibilização à diversidade linguística? E com que tipo de metodologias? Quais os dados recolhidos? Com que instrumentos de recolha e procedimentos de análise ? E quais são os resultados obtidos ? Como se avaliam os efeitos de um ensino/aprendizagem focalizado sobre atividades de Sensibilização à diversidade linguística? Quais são os espaços de publicação, de circulação e de difusão do saber nas investigações na área da Sensibilização à diversidade linguística?

Eixo 2 - Sensibilização à diversidade linguística e práticas educativas

A Didática, encarada como uma disciplina praxeológica, pressupõe um discurso ligado às práticas curriculares. Qual é o contributo da Sensibilização à diversidade linguística na perceção e construção de currículo escolar? Quais são as práticas curriculares no campo da Sensibilização à diversidade linguística? Com que projetos e dispositivos de intervenção no terreno? Quais são as condições de praticabilidade da Sensibilização à diversidade linguística em contexto escolar? Quais são as estratégias possíveis para integrar a Sensibilização à diversidade linguística nos curricula? O que nos dizem as práticas de sala de aula acerca das relações entre línguas e outras disciplinas escolares? Como são concebidos os agenciamentos curriculares plurilingues? De que tipos de suportes didáticos dispomos? A que público se dirigem? Que recurso às TIC fazem as práticas de Sensibilização à diversidade linguística? Que tipo de atividades são concebidas e desenvolvidas ? Sobre que tipo de saberes se centram as práticas de Sensibilização à diversidade linguística? Qual é o papel dos sujeitos que ensinam e aprendem neste tipo de práticas? Que línguas ou variedades de línguas são privilegiadas? E com que objetivos educativos?

Eixo 3 - Sensibilização à diversidade linguística e práticas de formação (inicial e/ou contínua)

A dimensão formativa da Didática diz também respeito à formação de professores. Que lugar ocupa a Sensibilização à diversidade linguística nos curricula de formação inicial e contínua de professores? com que finalidades? E com que atividades? De acordo com que modelos? Quais são os principais desafios, tensões, constrangimentos, obstáculos neste campo de intervenção? Qual é o contributo das TIC na formação para a Sensibilização à diversidade linguística? Com que metodologias e instrumentos de formação? Qual é o perfil dos formadores no quadro da Sensibilização à diversidade linguística? Como tecer redes de colaboração entre professores e entre professores e investigadores no âmbito da Sensibilização à diversidade linguística? Qual é o contributo da investigação realizada no domínio da Sensibilização à diversidade linguística para a área da formação de professores?

 ******

A participação no congresso poderá ser feita através da apresentação de comunicações, de oficinas e de pósteres, que permitirão difundir e discutir os conhecimentos produzidos. Para todos os temas, a perspetiva a privilegiar será a de evidenciação das especificidades e do lugar da Sensibilização à diversidade linguística no campo da Didática de Línguas. Por tudo isto, o Congresso pretende incentivar os investigadores a abrirem novas vias para uma melhor definição epistemológica da Sensibilização à diversidade linguística (Éveil aux langues) e para precisar o seu contributo na emergência de uma educação valorizadora da diversidade linguística e cultural.

pt